Como são formados os preços das ações?

Como são formados os preços das ações?

É muito comum ouvir que os preços das ações subiram ou caíram no mercado financeiro, afinal, esse tipo de investimento faz parte da renda variável.

Mas você já parou para pensar o por que elas oscilam assim e quem defini seus preços? É justamente sobre isso que iremos falar nesse artigo!

Você verá nesse artigo:

  • Como as ações funcionam?
  • Por que os preços das ações variam?
  • Como são formados os preços das ações?
  • Quem decide o preço das ações?

Boa leitura!

Como as ações funcionam?

Ações são títulos nominativos e negociáveis, que representam uma fração do capital social de uma empresa. Ao comprar uma ação, o investidor se torna sócio da empresa.

De forma exemplificada, pense em uma pizza com várias fatias, quando você compra uma ação é como se você estivesse comprando uma fatia dessa pizza.

Sendo assim, ao comprar uma ação, o investidor passa a correr os riscos desse negócio, junto à outros sócios, bem como participa dos lucros e prejuízos.

Por que os preços das ações variam?

Por que os preços das ações variam?

O mercado funciona com o equilíbrio entre oferta e demanda.

Oferta é a capacidade de fornecer um determinado produto ou serviço, enquanto demanda é o quanto a sociedade (ou mercado específico) buscam por este produto ou serviço, tendo um interesse em pagar por ele.

Dessa forma, o principal motivo para as oscilações constantes nos preços das ações, é a lei da oferta e da demanda, ou seja, o número de pessoas que querem comprar ou vender uma ação.

Como são formados os preços das ações?

A formação do preço de uma ação, acontece basicamente em dois momentos:

  1. Quando a empresa faz um IPO na Bolsa de Valores;
  2. E no dia a dia, quando as ações passam a ser negociadas entre os investidores.

Na primeira etapa (IPO), o preço é definido por meio de estudos realizados por um banco de investimento antes da estreia na Bolsa, através de um mecanismo chamado bookbuilding.

Este mecanismo avalia a empresa e a demanda pelos seus ativos. O preço definido nesta etapa é o que deverá ser pago pelos investidores que reservarem as ações para compra.

Após a abertura do IPO, os preços das ações passam a sofrer oscilações de acordo com a oferta e a demanda do ativo no mercado.

Mas afinal, quem decide o preço das ações?

Respondendo a pergunta acima, o mercado é quem decide os preços das ações. E para que isso ocorra existem muitos fatores que contribuem para essa volatilidade, como:

  • Resultados operacionais e divulgação dos balanços;
  • Distribuição de proventos;
  • Projeções sobre o setor da empresa;
  • Inovações tecnológicas;
  • Notícias sobre fusão de companhias;
  • Nível de endividamento da empresa;
  • Entre outros fatores.

Sendo assim, o valor de uma ação depende muito de como o ativo está sendo visto pelo mercado, o que irá impactar diretamente na oferta e demanda do ativo.

Quanto melhor a empresa estiver, mais investidores irão investir nela, como vice-versa.

Dessa forma, qualquer fator que possa afetar o desempenho da empresa, irá influenciar diretamente no preço das ações.


Gostou do post? Então fique por dentro dos próximos conteúdos que iremos postar aqui!

Quer saber mais sobre renda variável, quais empresas investir e qual a melhor forma de fazer seus investimentos render? Conte com o Rendi! Somos uma casa de análise com foco em simplificar o mercado financeiro para você investir de forma assertiva.

Acesse nosso site www.rendi.app.br, e tenha acesso as melhores dicas e informações sobre o mercado financeiro para te ajudar a investir da melhor forma! 😉

1 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like